Varal Virtual – Carlos Sidinei

24/05/2008

para a garota no ônibus

Tem meias e cabelos coloridos

Meio curtos meio compridos

No balanço do ônibus

fecha os olhos

dorme e sonha

Ou finge dormir

para fingir sonhar?

Se imagina

num trem de Fellini

cruzando uma desconhecida

vila, um castelo

encobertos por uma névoa cor de caramelo

Sabe que a jornada termina

quando chega ao seu destino

Mas ela mal sabe aonde quer chegar

Sabe apenas que quer ir

Essa menina é mais dúvidas que certezas

Mais idéias que belezas

Mas é mais livre do que presa

Mais lilás do que turquesa

Anúncios

Varal Virtual – Marcus Minuzzi

24/05/2008

As ligas ovarianas

Teu vestido de rosa estampado

Põe aura segura.

Há um conclave do rosa mel de onça:

As ligas ovarianas,

As moças pé-de-vento,

Guerreiras como um algodão de negro açúcar,

Amável e bravo.

O beijo de moça governará o povo.

Teu gosto de negra revolta denuncia

Tudo aquilo que sabem as brumas,

O lado oculto.

A negra ama, qual uma vertente.

Há um requebrar, remitificado,

A ser bem posto,

Como ovos gigantes.

O pó da lama seca recobrirá vossos olhos.

O monte é pubiano,

A verdade é escura.

Nêga, amante da distância,

Abençoa os que ardem por Pernambuco

E escorrem lágrimas pela Amazônia.

Marcus Minuzzi



24/05/2008


Varal Virtual – Adriano Saraiva

24/05/2008

ENTRADA PROIBIDO!

Você é o futuro
Eu o passado
E é no presente que te desejo

Mas no seu universo
A minha entrada é proibida
Por mais que eu tente
Não consigo vencer a distância

Um abismo nos separa
Tentei saltar
Mas caí…

Adriano Saraiva


Varal Virtual – Jair Cardoso

24/05/2008

CAMINHO

Que o vento e seu eterno sigilo
cubra de folhas nosso caminho.
Um caminho que passa pelo mar
e por pedras que vivem a cantar
ao brilho que o céu escondeu
no íntimo do luar.
que nosso caminho não seja breve
tão breve quanto o eco que soa
livre na rocha, quanto a noite que
apaixona-se pelo brilho da escuridão
e seduz o dia com raios de néon.
Que nosso caminho de velas
ou de espinhos venha enaltecer
o mais singelo sonho que temos
toda manhã antes de acordar,
que seja a porta para a felicidade
e o fôlego de um desejo secreto
que seja um caminho aberto
para contemplar o mais puro amor
que vem de nosso coração.


24/05/2008


Varal Virtual – jjLeandro

24/05/2008

Inexplicável

O cupido tem
Uma artimanha
Que me deixa
Louco.

Como consegue flechar
O coração sem ferir o corpo?

jjLeandro